Meninas para

389 meninas 56 meninas de 46 meninas para 37 meninas mob 29 meninas authenticgames 27 meninas pack 25 meninas as 21 meninas skin 17 meninas top 11 meninas das 8 meninas meninos 8 meninas vc 7 meninas do meninas linda. 125. oi meninas tudo bom. 19. Meninas. 38. meninas. 63. meninas 9. 8. meninas com flor na cabeça. 71. PARA UMA DAS MENINAS ... 14/ago/2019 - Explore a pasta 'Meninos' de Marina ♥♥♥, seguida por 2367 pessoas no Pinterest. Veja mais ideias sobre Meninas, Bonecos menino, Festa com tema de construção. Se estas procurando jogos de meninas grátis aqui encontrasse todo o entretenimento para garotas, os jogos de garotas mais divertidos os tem aqui. Terá salão de beleza, maquiar, pintar unhas, moda , princesas e muito mais só deve descarregar este aplicativo. Show More. Meninas McAllon (ミニーニャ・マカロン, Minīnya Makaron) is a Quincy and a member of the Wandenreich's Sternritter with the designation 'P' - 'The Power'. Meninas is a tall and well-endowed girl of slender build. She is light-skinned with long wavy pink hair and short bangs that frame her forehead and green eyes. Her attire is a variation of the Sternritter's typical white uniform ... LAS MENINAS SE VAN DE PASEOHace unos días Marimar nos encargó una mochila de cuerdas, un modelo como el que le habíamos hecho hacia unos meses, pero cambiando el estampado y algún detalle para que le resultara más cómoda.La tela elegida fue una de meninas de colores sobre un fondo negro, súper moderna y divertida, que compré en un viaje ... Nós escolhemos os melhores jogos de meninas que você pode jogar online gratuitamente. Todos esses jogos podem ser jogados online diretamente, sem necessidade de cadastro ou download. Jogue todos os jogos mais recentes para meninas, incluindo Jogos de Maquiagem e Jogos de Vestir! Visite hoje a jogosfriv4school.com! Nós também adicionamos ... Ideal para la decoración del Salón, Dormitorio o cualquier estancia, dándole un toque especial. Cuadro de Menina moderna con fondo gris y vestido colorido. Los cuadros de Meninas en sus distintos estilos y formatos, siempre han estado de moda como complemento en la decoración. Hoy día se han actualizado, modernizándose, para… #bel para meninas 23.2M people have watched this. Watch short videos about #bel_para_meninas on TikTok. Por más de 350 años, Las meninas ha fascinado a los amantes del arte de todo el mundo.Esta compleja pintura al óleo de Diego Velázquez es una representación matizada de la vida en la corte del rey Felipe IV de España.Además, esta obra maestra de 1656 continúa influyendo en los artistas de la actualidad, por lo que es quizás una de las pinturas más importantes en toda la historia del ...

sol, samba, praia e ficar dentro de casa jogando.

2012.10.29 16:01 Teo1up sol, samba, praia e ficar dentro de casa jogando.

Comunidade voltada para os gaymers brasileiros. Dos meninos que curtem joysticks até meninas que curtem trackpads, todos são bem vindos.
[link]


2020.09.24 02:55 Accomplished-Twist-2 Me convençam vlw

Bom, hj minha saúde mental deu um crash e eu tô aqui, fiz nem a p* da EaD nem sei se vou pro trabalho amanha
Escrevi horrores mas não sei nem por onde começar a reclamar, só sei que tenho vontade de chorar e chorar sozinha. Tô tentando fazer fasting de novo para me animar a viver mas por causa da COVID e dos remédios psiquiátricos tá difícil, outro dia cai de fraqueza depois de andar ~4 quadras com 2 sacolinhas
Eu tenho um encosto na minha vida chamado meu genitor e o pior é que eu sei que "ruim com ele e pior sem ele" porque todo mundo que amo morre k valeu @Deus tá mt bom mesmo viver /s
Eu sinto falta do meu PS4 e meu PC e basicamente minhas coisas que comprei com o meu dinheiro e faziam do meu quarto meu santuário em que eu relaxava nas ~ 2 horas que eu estava em casa acordada de segunda a sexta mas estou sem nada e sem uma conexão de internet decente sequer para fazer as provas e trabalhos lixo
Meu notebook pifou e acho que meu celular também está querendo pifar por causa do álcool se pá kkk
Não aguento mais meu trabalho de bosta que nunca quis (nem me formar nesta merda por sinal mas o argumento do meu genitor "se forma ou quebro a sua cara" foi bem convincente) e só estou pelo dinheiro desde sempre apesar de muita gente pensar que é moleza (porque não faz ideia de como é ..) e que eu sou vagabunda (termo usado por: meu genitor que tbm já me perguntou se eu queria ser puta e disse que eu n conseguiria ser Youtuber por me faltar talento, com base no que eu n sei, sepa uma assexual virjona dá uma boa puta)
Tá frio mas eu n consigo me cobrir por causa de um ferimento a comida tá acabando e logo logo chega os boletos
Nada da minha miséria me torna imune ao meu ex encosto, invasão de rato enchente ou a qualquer outra merda que pode nos acontecer
Considerando que eu comprei um PS4 pra ficar preso na casa do meu genitor e não usar por falta de tempo (porque eu estou 24/7 ou trabalhando na rua ou trabalhando em projetos em casa ...) me convençam a ir trabalhar amanhã k
Obs.: Sou tão boa menina que apaguei a parte em que xingava o fdp pqp Deus oia por eu perdoa os yaoi me abençoa
submitted by Accomplished-Twist-2 to desabafos [link] [comments]


2020.09.24 02:40 dt25 França defende 'Lindinhas', filme acusado por Damares de sexualizar meninas Para ministra da Cultura francesa, críticas se baseiam em imagens descontextualizadas

França defende 'Lindinhas', filme acusado por Damares de sexualizar meninas Para ministra da Cultura francesa, críticas se baseiam em imagens descontextualizadas submitted by dt25 to brasil [link] [comments]


2020.09.24 02:01 fabio561 Alguns anos atrás sofri bullying por ser gay. Orei para o menino que me fez isso fosse punido, então o pai dele morreu

Em un curso de contabilidade que fiz há uns 5 anos atrás e não terminei, a turma decidiu um dia faltar para ir na pizzaria. Eu fui junto. Como sou gay mas ngm sabia pois todos haviam acabado de iniciar o curso, sentei ao lado dos rapazes ( as meninas sentaram com outras meninas e os homens logo ao lado ). Eles começaram a falar sobre sexo com mulheres e eu fiquei quieto simplesmente por conta da minha orientação. Enfim, no dia seguinte todos compareceram e era um dia de aula de informática. Como eram 40 alunos, 20 alunos foram para uma sala com 20 computadores e 20 para outra sala também com 20 computadores. Minha melhor amiga foi para outra sala porque separaram por ordem alfabética. Enfim, fui ao banheiro e na volta, dois dos rapazes que estavam na pizzaria passaram perto de mim. Um riu e apontou pra mim e o outro fez cara de desaprovação para o riso dele. Não havia entendido porque ele riu. Depois fui descobrir: a minha amiga me contou que esse menino que riu de mim, me disse que eu tinha jeito de veado e que era para eu abrir o olho com esse pessoal. Para resumir a história, sou da Congregação Cristã ( sim, um gay evangélico ). Fui no culto da igreja no dia seguinte desta humilhação e neste dia a leitura da Bíblia foi em Evangelho segundo Lucas , 18, que fala a respeito da parábola do injusto juiz: é sobre uma senhora que insistia em justiça para seu filho para um juiz, mas nunca era ouvida. Até que um dia o juiz se cansou e lhe fez justiça.
Em seguida, o ancião começou a pregar a Palavra e disse que quem estivesse ali naquele culto e quisesse justiça, DOESSE A QUEM DOESSE, CUSTASSE O QUE CUSTASSE, assim seria feito e dentro de pouco tempo.
Passaram duas semanas e uma outra amiga veio me dizer, com muita pena e sem saber sobre esse menino que ele havia rido de mim, que o pai dele morreu de infarto, mesmo sem ter a saúde ruim ( este menino começou a faltar uns dias antes e eu havia me perguntado o porquê. Estranhado a situação ).
Enfim, coincidência ou não, saí do curso em seguida pois consegui o que queria: justiça
submitted by fabio561 to Confessionario [link] [comments]


2020.09.24 01:54 fabio561 Há uns anos atrás, sofri bullying por ser gay em meu curso de contabilidade. Orei para que o menino que riu de mim fosse punido, então o pai dele morreu de repente.

Em un curso de contabilidade que fiz há uns 5 anos atrás e não terminei, a turma decidiu um dia faltar para ir na pizzaria. Eu fui junto. Como sou gay mas ngm sabia pois todos haviam acabado de iniciar o curso, sentei ao lado dos rapazes ( as meninas sentaram com outras meninas e os homens logo ao lado ). Eles começaram a falar sobre sexo com mulheres e eu fiquei quieto simplesmente por conta da minha orientação. Enfim, no dia seguinte todos compareceram e era um dia de aula de informática. Como eram 40 alunos, 20 alunos foram para uma sala com 20 computadores e 20 para outra sala também com 20 computadores. Minha melhor amiga foi para outra sala porque separaram por ordem alfabética. Enfim, fui ao banheiro e na volta, dois dos rapazes que estavam na pizzaria passaram perto de mim. Um riu e apontou pra mim e o outro fez cara de desaprovação para o riso dele. Não havia entendido porque ele riu. Depois fui descobrir: a minha amiga me contou que esse menino que riu de mim, me disse que eu tinha jeito de veado e que era para eu abrir o olho com esse pessoal. Para resumir a história, sou da Congregação Cristã ( sim, um gay evangélico ). Fui no culto da igreja no dia seguinte desta humilhação e neste dia a leitura da Bíblia foi em Evangelho segundo Lucas , 18, que fala a respeito da parábola do injusto juiz: é sobre uma senhora que insistia em justiça para seu filho para um juiz, mas nunca era ouvida. Até que um dia o juiz se cansou e lhe fez justiça.
Em seguida, o ancião começou a pregar a Palavra e disse que quem estivesse ali naquele culto e quisesse justiça, DOESSE A QUEM DOESSE, CUSTASSE O QUE CUSTASSE, assim seria feito e dentro de pouco tempo.
Passaram duas semanas e uma outra amiga veio me dizer, com muita pena e sem saber sobre esse menino que ele havia rido de mim, que o pai dele morreu de infarto, mesmo sem ter a saúde ruim ( este menino começou a faltar uns dias antes e eu havia me perguntado o porquê. Estranhado a situação ).
Enfim, coincidência ou não, saí do curso em seguida pois consegui o que queria: justiça
submitted by fabio561 to desabafos [link] [comments]


2020.09.24 01:24 henrylore NAJIYU EP 10 - Por uma vida

Sh: *atira uma bola de fogo nos dois
H: *puxa a espada e reflete a bola de fogo nele
Sh: *desvia dando dois passos pra trás
Hmmm. Nada mal, mas-
°-°
H: *troca de lugar com uma pedra e aparece atrás dele
*chuta a cara dele
EMPTY CHUTE
Sh: *chega um pouco pra trás e coloca a mão no rosto
H: *cai no chão
*levanta e olha pra ele
*aponta a espada pra ele
se você vai apelar, a gente vai revidar apelando também
Sh: ate parece-
L: MAGIA DE AR: CORTE DA LÂMINA DOS QUATRO VENTOS
*vem quatro rajadas de ar e acertam o shibaru
L: heh eu achei que você fosse mais forte...
Sh: HUWAAAAAH
*levanta uma grande quantidade de fogo
*aponta a mão pro Lusk
FEITIÇO DE FOGO: BOLA DE FOGO DO DRAGÃO
L: *desvia mas por um triz
PUPUPUPU
qual foi mané????
H: *sai correndo em direção ao shibaru
Sh: *aponta mão pra ele e atira outra bola de fogo
H: *para, e se prepara igual um jogador de baseball
*rebate a bola de fogo com a espada
Sh: °^
*bola de fogo acerta ele e explode tudo
H: *chega perto do lusk
Luskeiros ele está perdendo muito
L: ele tomou um pau da própria magia...
**lusk sente algo no pe dele
???????
*olha pra baixo e vê uma camada de pedra cobrindo o pé dele
Sh: Feitiço de pedra: Armadilha de urso
H: ele te prendeu
*corre pra cima do shibaru
Sh: *atira uma bola de fogo no Henry
H: *se prepara pra rebater quando...
**bola de fogo desvia e acerta o Lusk
L: *se solta das pedras e cai no chão
au...
Sh: agora que o moleque com mana foi contido...
é a sua vez
*da um soco na cara do Henry
H: *dropa a espada e cai no chão
ugh-
*olha pro shibaru e vê
*a cara dele séria, com chamas atrás dele das coisas que ele queimou, na noite, escura mas então...
**vêem uma explosão vindo do meio da vila
*uma camada enorme de poeira surge sobre a vila inteira
Sh: que merda é essa..?
H: Duda! é a mesma magia do trem...
Sh: de que adianta SE VOCÊS VAO MORRER
*tenta dar um soco no Henry mas para
L: *da um soco na barriga dele
eu não vou desistir, seu saco de pancada indiano
Sh: maldito...
L: EU DISSE PRA CALAR A BOCA
*faz um redemoinho no chão e joga ele pra longe
na verdade eu não disse nada mas finjamos que eu disse algo ok?
H: blz ne mano
**olham pra cima
**veem bolas de fogo caindo
H: oh no
L: mano...
Sh: FEITIÇO DE FOGO : CHUVA DE METEOROS
**os dois caem no chão
Sh: *segura lusk pela gola da camisa
você se sente o espertão né?
L: *segurando a mão dele tentando se soltar
uuuggh
Sh: heh
*puxa a mão e faz um risco de fogo cortando o ombro do lusk
*joga lusk em cima de uns barris numa vendinha
H: Lu-
Sh: e voce se importa muito com os outros aparentemente né?
engraçado...
*joga lá junto com o Lusk
*faz um pássaro de fogo
Digam adeeeuss...
H: ei, Luskeiros
L: Faleis
H: eu tenho uma ideia
L: Faleis
H: *sussurra
Sh: FENIX RENASCIDA
*atira fênix
heh foram bons oponentes
L: *usa a lâmina do vento e corta a fenix em quatro partes
é só o que eu aguento brether, minha mana está quase 0 e eu estou muito machucado
H: relaxa, agora deixa comigo
*puxa espada e sai correndo em direção ao Shibaru
Sh: ...
*puxa espada
*ataca Henry
H: *defende com a mão esquerda a espada do shibaru
*ataca com a espada na costela dele e joga ele pra trás
Sh: UGH
..
seu...
H: ...
hehe
*com a mão sangrando
Sh: GRRR
SEU MERDINHA
*levanta um monte de labaredas de chama e atinge o Henry com um punho de fogo
PUNHO DO VULCÃO
H: *sai voando e cai nas armações do festival
Sh: *faz uma bola de fogo e atira no Lusk
L: *continua escondido
Sh: *vai em direção ao Henry
H: *levanta
você é forte hein?
Sh: heh, quero ver vocês explicarem isso depois pro reino...
H: como assim?
Sh: olha tudo o que eu fiz
e que vai cair na culpa de vocês
igual vocês sendo preso aquele dia AHAUSHUEEH
em breve eu não estarei mais aqui
eu estarei longe e ninguém mais vai me atingir
porque eu terei o poder...
H: hehe
AHHSSHSHSUSHSHUEHE
é verdade
Sh: por que está rindo?
H: porque voce é um idiota de quinta categoria
*puxa um fio e revela que no chão, próximo ao pé do Shibaru, tem um microfone (praticamente a única coisa eletrônica desse mundo), e a voz dele ecoa por toda a cidade
Sh: ...
s-seu....
**luz do castelo acende
H: he-he....
*cai no chão lentamente
Sh: *faz uma enorme chama vermelha e monta um monte de bola de fogo
agora... EU VOU TE MATAR ANTES DE SER PRESO
*atira no Henry
FOGARÉU EM MASSACHUSETTS
**vem uma bomba de água e acerta a bola de fogo do Shibaru
Ne, P, Du: *param na frente do Shibaru
Sh: vocês....
Du: *segura o Henry antes dele cair no chão
*começa a usar feitiços de cura nele
Sh: O QUE FAZEM AQUI?
*puxa uma lança de fogo
Ne: é óbvio que o feitiço era da Duda, portanto ela acordou antes e acordou a gente também
P: e ai a gente veio aqui pra te socar por ter feito tudo isso
Sh: podem tentar se quiser
*atira a lança
VINGANÇA INFERNAL
P: *levanta um punho gigante de água e acerta ele contra o chão
PUNHO SAGRADO AQUÁTICO DO AMOR (em japonês é mais bonitinho acreditem)
Ne: *levanta uma pedra de gelo do chão pra jogar o shibaru longe
FEITIÇO DE GELO: ICEBERG
Sh: *vai contra a parede de uma casa
Ne: *bate a lança do lado dele e finca ela na parede
Olha só, eu posso até ter saído e ter de dado a liderança. Mas se eu voltar, EU sou a líder aqui, ok?
voce nao pode me dar ordens...
Sh: ughhh maldita...
??: Senhores??
**olham pra trás e veem o hb, o clocks e o gerbido
Hb: senhores?? o que houve?
Ne: ah, nada não meu caro guarda
*olha pro shibaru
só um fugitivo aqui
Cl: eu sinto muita mana aqui... mas essa destruição toda teve um autor
*todo mundo olha pro shibaru
Sh: grrrr
J: *cai do céu e pousa perfeitamente
já acabaram aí?
Gui: Opa, tudo bom?
P: ah então era ele que tava te seguindo
Gui: o nomad me disse um monte de coisa, eu achei daora e resolvi acreditar em vocês
Ne: entao... estamos livres?
Gb: voces provaram ser pessoal de grande coração então..
sim
L: AEEE CARAAAAACA
TAMO LIVRE
Ne e P: VOCE TA BEMM???!!!!
L: claramente meus caros, isto não passa de um arranhã-
*começa a cair lentamente
Ne: *segura o Lusk
Hb: *faz um tentáculo de água vindo da mão dele e segura o shibaru
Sh: ...
Ne: *da tchauzinho com a mão
P: henry... ele tá bem?
Du: o ferimento foi muito profundo, eu não posso fazer muita coisa
P: :(
Ne: o lusk nao ta tão machucado mas ele tá bem machucado
*com o lusk se segurando no ombro dela
P: o que a gente faz com ele????
Du: não sei...
Cl: vocês podem levar ele até a ay..
Ne: ay?
Cl: é uma nova pessoa que surgiu recentemente na vila, e a may reconhece ela pela grande capacidade de cura dela
Ne: ...
L: parece- interessante..
Cl: visitem ela antes de dar uma dormida, se pá ela ta na casa dela
P: onde fica?
Cl: na única torre da vila
vai lá depois
Gui, Hb, Cl: *saem andando pro castelo junto com o shibaru
J: ... vocês não tão esquecendo de nada?
Ne: °° O GAROTO
Du: *olha pra área e os olhos dela ficam rosas
... não sinto mana aqui
J: eu sinto a presença dele
*joga uma shuriken que voa até uma vendinha e derruba um pano que tava cobrindo ela
Gt: *caído no chão
J: *segura Guilt
hora da festinha!
**na casa da aynazz
Ne: *bate na porta
aloooo alguem aí?
??: *abre a porta
{uma pessoa bem baixinha, com cabelo branco e curto, o rosto parecido com o do lusk}
??: sim?
Ne: você é a ayyna não é?
Ay: sou
*olha pro lusk
MEE VOCE TA TERRIVEL
L: digamos que eu estive numa rinha de cavalos.
**um tempinho depois
Ay: *curando o Henry
esse corte não vai sarar completamente
*puxa braço do Henry e amarra uma atadura no pulso, entrelaçando nos dedos da mão
eu acho que isso deve durar
e o outro?
L: eu.
*senta e mostra o ombro
Ay: *cura Lusk
...
*sente algo familiar no Lusk
...
L: alo? você pode andar rápido com isso aí? eu tô com sooono
Ne: LUSK NAO APRESSA A MENINA
Ay: shhhh não façam barulho!
meus pais tao dormindo no quarto andar da torre
Ne, L, P, Du, J: QUARTO ANDAR??!
Ay: já falei pra ficarem quietos
H: *abre os olhos
hummmmm
*levanta o que rolo-
*olha pra mão toda atada
ah.
L: Brether nós conseguimos. Socamos o cara até ele esquecer o próprio nome
H: ai sim meu caro
mas onde estamos?
Ne: casa da aynazz, uma curandeira aqui da cidade
daora não?
H: hummmm
Ay: prontinho vocês tão curados
procurem não batalhar as 2 da manhã tá bom???
J: *chega perto dela
ei eu tenho um último pedido
pode ceder a sua residência pra gente fazer uma festinha pro Guilt?
Ay: hummmm??
J: aquele menino ali
pufavoooo *faz uma cara fofinha
Ay: .. beleza, mas não façam barulho vou trazer bolo
J: bolinhooooo
**um tempo depois...
Gt: *acorda
hmmmm
*olha pra frente dele e tem um bolinho com "12" em velas
H, L, P, Ne, Ay, Du, J: surpresaaaaaa
Gt: hum?
H: a gente soube que hoje é seu aniversário, então a gente decidiu comemorar!
Gt: serio?
{a personalidade do Guilt é super tranquila perante a tudo, mas como ele não conhece ninguém e ainda tá meio tonto por causa do feitiço da Duda, €.}
Gt: então vamo comer
**todo mundo: ITADAKIMAAASUUU
**tempo depois
Ay: obrigada por terem feito algo aqui, foi bem legal
alegrou minha noite
L: nao foi nada, cara dama.
Ay: eu sinto algo familiar em você
L: O QUE sera que eu sou bonitão?
Ay: meh acho que não tchau gente!
*fecha aporta
L: Hmmmm. ;-
Gt: então... agora vocês vão... embora..?
*olha pros 6 na luz da lua minguante
Gt: sabe.. foi tão daora e eu nunca tenho nada pra fazer... além de fugir
H: sabe... as pessoas se despedem, e as vezes se encontram de novo
Gt: ...
Ne: ...
por que você não vem cm a gente?
H, P, L: hummm?
Ne: sabe, pode ser legal a gente descobrir o que esse amuleto aí faz e se ele pode ser útil nas batalhas
você pode ser um baita de um guerreiro
L: ela tem razão
P: olha só
H: faz senrido
Gt: ...
eu irei!
eu entro pro grupo de vocês
Ne: aí eu vi vantagem
H: :)
e voce, john?
vai com a gente também?
J: ah cara...
*olha pra trás e vê a Duda
... eu tenho lugares a visitar mas... digamos que a gente faz parte do time
H: tudo o que eu queria ouvir
**colocam as mãos no meio
Ne: sabe.. eu tô enjoada desse negócio de ordem
eu acho que mancharam demais essa coisa aí e nos devíamos levantar nosso próprio império
H: tipo o que?
Ne: sabe... nós causamos uma tempestade aí...
e vocês sabem que tempestade de neve é nevasca né?
(claramente quer o nome dela no grupo)
H: hummm que tal Blizzard?
Ne: Blizzard? soa daora
*coloca a mão no meio
Blizzard.
H: *coloca a mão também Blizzard
P: *coloca a mão Blizardo
L: *coloca a mão
Blindado.
J, Du, Gt: *colocam a mão
Blizzard.
Ne: então tá decidido.
H: sim. *levantam as mãos
...
.. NO PRÓXIMO EPISODIO DE NAJIYU:
EP 11 - Descansamos!...Ou não. Lily, Xiulabi e Kanix!
☘️
submitted by henrylore to Najiyu [link] [comments]


2020.09.24 01:06 silvestredev vivendo ou apenas existindo?

há algum tempo sinto um vazio em mim, parece que não estou vivendo mais, apenas existindo. meus dias parecem todos igual, não há nada de diferente, sempre a mesma coisa, eu não sinto tanta alegria, mas também não sinto tristeza, está tudo muito monótono.
recentemente meu relacionamento acabou, e acho que isso influenciou muito no que estou sentindo agora, eu não sinto falta dela, mas sinto saudades dos nossos bons momentos, eu me sentia 100% vivo quando estávamos bem, e tudo acabou repentinamente.
até tentei dar uma chance para algumas meninas que estavam me procurando, mas não dá, eu sempre acabo achando tudo muito superficial e paro de responder, por mais bonitas ou interessantes que sejam, eu não consigo (ou não quero) manter uma boa conversa.
não sei se ficou claro o que escrevi, mas eu precisava descarregar isso em algum lugar. se você já passou por alguma situação parecida, me diz como lidou, por favor
submitted by silvestredev to desabafos [link] [comments]


2020.09.23 21:12 TheQello Meninas, preciso desabafar: tenho super medo de abrir a porta de casa para estranhos quando estou sozinha

Bom um pouco de contexto, ainda moro com os meus pais é uma vez quando tinha 14 anos estava sozinha, pois eles tinha ido a uma festa e antes de saírem pedi uma pizza, quando tocaram a campainha abri pensando que era a pizza, mas não era um cara bêbado, dizendo que estavam tentando pular o muro da minha casa e lutou com o bandido, ele parece saber detalhes da minha casa e hábitos da minha família e isso me assustou muito, enfim ele estava pedindo dinheiro, eu por medo dei e ele foi embora. Depois disso, nunca mais consegui encarar com tranquilidade quando tocam a campainha da minha casa, principalmente quando estou só.
submitted by TheQello to ClubeDaLuluzinha [link] [comments]


2020.09.23 17:14 nick0101- Minha segunda vez com uma gp

Depois de algumas pessoas me pedirem como foi a segunda vez resolvir falar
Bem eu foi de novo para o local onde as gp ficam um lugar super comercial mas como ja tinha ido não fiquei nervoso e nem nada so entrei no elevador e fui para o andar das gp entrei e percebi que la a gp que abre a porta para vc e a q vai te atender diferente da ultima vez que eu tinha ido havia varias mulheres no total tinha umas 7 e a que abriu a porta pra mim começou a puxar assunto comigo e tals e foi com ela mesmo a minha 2 vez ela foi tomar banho e eu fiquei esperando no quarto mas não sabia q quando ela foi tomar banho ela ja tinha começado a hora ela passou uns 9 minuto no banho bom ela chegou no quarto tirei a toalha dela e me deitou na cama ela começou a bater uma pra mim e eu queria q ela me fizesse um oral peguei ela pelo pescoço e nada ai ela fala que não faz oral fiquei meio puto com isso então ela continuou a bater uma pra mim ai deitei ela na cama e comecei mas ela tava gemendo tanto que as meninas que estavam esperando pelos outros clientes começaram a gemer tbm kkkkk comecei a rir depois continuei coloquei ela de quatro e comecei de novo e ela falou pra mim que era pra mim gozar logo pq o tempo tava acabando e eu estranhei pq tinha se passado muito rapido ai acelerei pra ver se eu gozava e nada ai ela se levantou e foi ver o tempo ja tinha passado 9 minutos do combinado ai eu falei e agr jkkkkk ai pedi pra gozar em cima dela ai bati uma e gozei nos peitos dela ainda bem que os 9 minuto q ela passou no banhou eu peguei de volta na cama kkk
Por isso galera e bom conversa com a gp antes por que se eu soubesse que ela não fazia oral eu ja não tinha ficado com ela alem desse banho demorado q ela faz nunca mais fico com ela na minha próxima visita vou escolher outra
Essa gp eu paguei 100 reais que e meia hora na proxima vou pagar 200 pra ter uma experiência completa
submitted by nick0101- to sexualidade [link] [comments]


2020.09.23 06:11 meeiiiii Infelizmente, ela não resistiu.

Minha sobrinha, 36 semanas de gestação. Recebi a notícia há mais ou menos uma hora, que ela faleceu. Eu não pude nem mesmo ver o rostinho dela, uma só vez... Se vocês não se importarem, eu gostaria de usar esse post pra uma mensagem que eu gostaria que ela visse.
Minha terceira sobrinha, mas minha primeira menina. Você em tão pouco tempo me fez muito feliz, eu lembro até hoje de quando recebi a notícia que você viria para a gente. Mesmo que isso não tenha sido possível, eu te amei muito, e ainda te amo.
Queria que você estivesse ao nosso lado por mais tempo, então de algum lugar, algum dia, talvez daqui a muitos anos ou até em uma próxima vida, eu vou te encontrar e te encher de carinho, como faço com os seus irmãos.
Queria ter tido a oportunidade de ter te dado muito chocolate, abraçado você ou até mesmo te enchido um pouco o saco, te perguntado “e os namoradinhos?” em alguns anos, e te ajudado com o dever de casa. Você era muito esperada. E vai viver no meu coração pra sempre.
Descanse em paz, pequenininha da tia.
submitted by meeiiiii to desabafos [link] [comments]


2020.09.23 03:21 BeyondHorizon1995 Cardiofobia

Olá, pessoal, estou aqui novamente para fazer um desabafo sobre minha ansiedade.
Eu pensei muito antes de escrever e tornar essa minha preocupação pública, pois eu vou tratar de uma condição a qual é muito difícil encontrar alguém que sofra pelo mesmo motivo: o medo excessivo de ter alguma doença no coração.
Estou já há alguns meses com essa neurose, também pelo fato da minha família ter um histórico de problemas no coração (meu avô morreu de infarto, minha vó morreu de parada cardiorrespiratória e minha mãe tem problemas de pressão alta) e também por algumas vezes que eu percebo uma mudança na minha frequência cardíaca, coisas que antes passavam despercebidas, hoje as percebo justamente por causa dessa minha hiper vigilância com minha saúde. Além disso, meus hábitos alimentares e de fumo (a qual estou há algumas semanas já diminuindo para que eu possa parar em breve) não ajudam muito.
Hoje estava tomando banho e senti que minha frequência cardíaca aumentou, porém não senti que estava ansioso. Isso foi suficiente para "religar" a minha neurose sobre minha condição cardíaca. Estou evitando procurar no Google, pois a gente sabe que isso faz apontar para o pior cenário possível: enfartes, arritmia cardiaca, câncer, etc.
É realmente muito infeliz viver desse jeito, sempre achando que eu tenho um problema cardíaco. Já não consigo mais entender o que é minha ansiedade se manifestando ou o que é um problema orgânico. Eu perdi totalmente minha qualidade de vida por conta disso, tive noites muito mal dormidas e isso me entristece muito, pois quero melhorar meus hábitos, como fazer exercício físico, só que não o faço pelo medo disso gerar um mal súbito e acabar morrendo.
Ao me deitar, não consigo dormir porque fico sentindo meus batimentos com um alto foco nisso, tanto que fico contando e tentando entender se os batimentos estão estáveis ou se está havendo alguma problema de tempo entre um batimento e outro (que é o que causa arritmia cardiaca).
Ontem, ao ver um vídeo de uma menina lá do Reino Unido, falando sobre essa condição (https://youtu.be/FQ9xEWLc3yU), me trouxe uma sensação de conforto e acredite, acabei esquecendo a neurose, mas foi meu coração dar uma disparadinha temporária enquanto eu tomava banho (eu também estava excitado), já fez com que essa neurose retornasse como um carro me atropelando na estrada.
Acredito que é importante eu abrir o jogo sobre isso, pois acho que não sou o único que sofre dessa condição, apesar do conteúdo sobre isso na internet ser baixíssimo.
É isso, espero que todos estejam bem.
submitted by BeyondHorizon1995 to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 21:25 hiroshibear O namorado de minha amada.

O título é interessante e por vezes pode ilustrar algo cômico. A situação na totalidade é confusa, complexa e cansativa, o que me fez repensar e evitar postar algo aqui durante um bom tempo.
Contudo nós cansamos, ficamos exaustos e precisamos absorver e observar com opiniões de outrem, que felizmente, não estão envolvidos e não possuem vínculos com nenhum dos citados aqui.
Conheço uma menina fazem alguns anos, nós sempre conversamos e tivemos uma relação interessantíssima. Ela é uma daquelas meninas que gostam de arte, de literatura, poesia e de estar em situações que liberam a adrenalina em seu estado mais puro.
Ela me contou que estava namorando e que estava feliz com isso. Prontamente desejei meus votos sinceros para o amor que continha a sua iniciação a partir daquele ponto.
Nós continuamos conversando, trocamos mensagens e saímos para tomar umas bebidas, entretanto sem malícia alguma, apenas na amizade mesmo. Éramos acompanhados por outros amigos e a nossa relação enquanto amizade estava intensa e belíssima. A realidade é que sou apaixonado por ela.
Cerca de alguns meses atrás, a recebi em minha casa, chorando e sem entender absolutamente nada. Os braços dela estavam machucados e ela estava com um olhar pesado, como de quem havia chorado muito e só gostaria de relaxar um pouco. A propósito, pouco a pouco as peças foram se encaixando e entendi a situação.
Fran estava sofrendo com ameaças, abusos emocionais e, em específico naquela noite, com uma agressão verbal e física. Ver ela daquela maneira corrompeu um pedaço de meu sentimento e chorei junto a ela.
Prontamente me coloquei a favor dela, deixando-me a sua total disposição, conversando e dando todo o suporte emocional que fosse necessário.
Fran me disse que iria terminar com ele na noite seguinte, por mensagem e que estava com medo de sofrer com represálias de amigos e parentes, além do medo de ocorrer ataques e perseguição vinda do Guilherme, que é o atual ex namorado dela, pasmem.
Estava exaltado, queria correr atrás dele enquanto precisava dar suporte e carinho para ela. Sou um homem que segue o lado racional, portanto, ela me mostrou todos os machucados e eu fiquei fazendo os curativos nela.
Quando eram por volta de três e meia da manhã, a chamei para ir dormir, e nós fomos. Ela tentou me beijar e eu recusei em respeito aos votos de fidelidade ao atual relacionamento.
Disse para ela que, caso quisesse ficar comigo, que teria que terminar o relacionamento primeiro. E que isso, embora ele possa até merecer, é algo injusto e que não cabe a mim. Fran concordou e se deitou ao meu lado para dormir.
Noutro dia tudo correu bem, ela terminou e me contou pessoalmente. A notícia se espalhou até que rapidamente, visto que nós moramos próximos de nossos amigos e somos quase que vizinhos um do outro.
Eu e Fran ficamos algumas vezes, transamos, trocamos cartinhas e todas as coisas fofas que vocês podem imaginar. Até chegarmos no estágio de anteontem.
Anteontem nós estávamos conversando sobre o futuro, e ela gradualmente foi me revelando suas inseguranças e seus planos. Me confessei para ela, disse tudo o que eu sentia, disse o quanto eu a amava e o quão seria bom ter ela todos os dias.
Fui retribuído, embora não fosse da forma que eu tenha pensado que ela faria. Acredito que a vergonha e a sinceridade da situação acabou ocasionando isso.
Agora, cá estou eu, pensando em como pedir Fran em namoro. Ela é uma menina bela, e eu a amo, amo o suficiente para querer ficar com ela durante toda a minha vida. O problema é que, assim que a pandemia acabar, ficarei mais distante fisicamente, pois terei que me mudar.
Ficarei um ano fora para resolver questões de família e ela poderia ir comigo caso pudesse e quisesse. Acredito que querer pode até ser que sim, todavia ela ainda está com certa dependência ao trabalho e ajuda a cuidar da mãe que está doente.
O que vocês fariam, amigos?
Fraternalmente, Anônimo do Reddit.
submitted by hiroshibear to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 19:39 zerasoviet Como se preparar para uma conversa que vai pôr fim a um relacionamento que você quer manter?

Ontem eu havia feito um relato aqui sobre um relacionamento que eu tô tendo com uma menina que, apesar de dizer que me ama e ter dito que me quer por perto, acha que só gosta de meninas (pra deixar claro, eu sou um cara). O fato é que eu amo muito ela, como nunca havia amado alguém antes; uma das pessoas mais incríveis que já conheci. Ela tá passando por um processo de confusão e crise por ter que repensar sua sexualidade, mas percebo que as coisas tão se encaminhando para ela compreender que é lésbica e não bi (Ou temporariamente lésbica, explico mais pra frente). O que acontece é que hoje ela disse que a gente precisa conversar, e eu tenho certeza que é pra gente terminar.
Cara, eu imagino como deve ser fudido perceber que sua sexualidade não tá resolvida. Na verdade, nunca tá, né? A gente pode sempre se surpreender. Mas enfim, esses momentos de crise são fodas, e consigo ver que não tá sendo fácil pra ela. Mas algumas coisas me deixam encabulado, talvez pelo fato da gente aprender a conceber as relações pelo filtro do machismo e, consequentemente, não saber lidar direito com a rejeição. Vamos ao ponto, na primeira vez que ela disse que talvez só goste de meninas - que, por sinal, foi há dois dias - ela também me disse que eu não sou o primeiro cara com quem ela passou por isso, e que quando tá com meninos sente falta de meninas e vice-versa. Mas o que fode minha cabeça nisso tudo é que ela já namorou por muito tempo, mais de um ano, com homens, e pelo que sei não teve nesses relacionamentos duradouros a crise da sexualidade; O que me faz pensar: será que ela realmente gosta de mim? Tipo, se fosse um amor de verdade, a sexualidade não seria um coisa tão grande assim, mas posso estar totalmente enganado. Aí surgem aquelas inseguranças de que eu não sou bom o suficiente, de que se eu tivesse feito algo diferente (não sei o quê) não estaríamos nessa situação; como se a cada passo que eu dou perco ela mais e mais, a gente começa a rever e a duvidar de tudo em nós e na nossa capacidade de amar e se fazer amado.
Enfim, ela vem em casa hoje ou amanhã para a gente conversar. E enquanto aguardo minha ansiedade parece que vai me matar. Eu tô fazendo o exercício de me preparar para o pior e entender que esse é o fim de um ciclo na minha vida, mas lá no fundo tem aquela parte da gente que acredita ilusoriamente que tudo vai dar certo, eu queria poder matar essa parte. É triste, a sensação de incapacidade e o vazio que eu tô sentindo é muito grande, tô perdendo a pessoa que mais amei na vida e não posso fazer nada, só sei chorar. Muita confusão e ideia errada na minha cabeça, por mais que eu pense racionalmente que essas coisas tão fora do nosso controle, não consigo entender certas coisas. Até então nosso relacionamento tava ótimo em todos os sentidos (ele só durou 6 meses), e há dois dias ela me fala isso, sem ter dado nenhuma pista antes. Eu sei que essas coisas não vêm do nada na gente, mas ela fez parecer pra mim que sim, como se tivesse tentado manter isso escondido nela. O que me deixa mais frustado e triste ainda, porque ela escondeu de mim que não tava sendo feliz e me fez acreditar que sim.
Dado tudo o que falei acho que não tem uma resposta pra essa pergunta do título, só me resta aguardar. Mas colocar esses pensamentos pra fora já ajuda a gente e muito. Quero aproveitar pra dizer que vocês dessa comunidade São incríveis, uma rede de pessoas se ajudando de uma forma muito linda. É isso, perdão se o desabafo foi prolixo e insosso. Mas lembremos a importância de passar pelo luto e que na vida nada é pra sempre, que as coisas sempre passa e recomeçar é nossa forma de estar no mundo.
Beijos e abraços!
submitted by zerasoviet to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 16:42 gurlcrazyhehe Fui babaca pq briguei com minhas amigas por causa da aula?

Olá Luba, editores, possivelmente Jean, papelões, gatinhas miau, e pessoas curiosas. Eu estava de boa assistindo minha aula usando o "meet" do Google, ent a pró de história pede pra a gente falar a história do Romolo e o Remolo ( era sobre a Roma ), ent ai tudo beleza. Eu pedi pra pró falar, só q uma colega minha falou na minha vez, eu fui impedir ela pq ela tava só dizendo q n sabia a história e tava tentando lembrar. Eu falei "Carls deixa eu falar, é a minha vez", ela n parou, ent eu comecei a perder a paciência, quando a aula acabou eu fui para o grupo da escola aonde só tem alunos e nenhum professor, e falei q a Carls era mal educada e q ela n deveria ter feito isso, depois disso ela veio pra cima de mim dizendo q eu q sou mal educada e q eu deveria pensar nas minhas palavras (ai começou a treta). Eu e a Carls ficamos brigando por mais ou menos 10 minutos, até q uma garota chamada Farls vem e fala q era pra eu parar de fazer drama e q a Carls n tinha nada a ver com essa história. Eu fiquei com muita raiva, eu só n xinguei pq se n eu ia perder o argumento ;-;. Eu como qualquer outra pessoa comecei a me defender pq eu n iria aceitar aquilo neah, eu falei q n era drama e q eu só tinha falado q a Carls foi mal educada por falar na minha vez e q eu fiquei muito brava com isso. Ent eu bloqueei o contato delas, a partir de agora eu só podia falar com elas pelo grupo. Passou mais alguns dias e a Lars me pediu pra contar oq aconteceu, eu contei tudo e ela disse q ia ter uma conversinha n muito amigável com as meninas. Eu curiosa fui perguntar oq tinha acontecido com elas, ela disse q dedurou isso pra diretora e q elas levaram suspensão (minha escola é muito rígida com brigas), depois disso eu nunca mais falei ou tive outra briga com elas duas.
EU FUI BABACA?
submitted by gurlcrazyhehe to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.22 15:58 MaduRM Minha melhor amiga só falou comigo por causa de um desafio

Faz uns 3/4 anos que ela me contou isso mas eu não acho que eu aceitei muito bem.
Quando eu tinha uns 5/6 anos e estava entrando em uma escola nova, 1° ano, eu não sei o que aconteceu se eu acabei chegando uma semana depois ou se todos que estavam lá já se conheciam por já estudar no pré na mesma escola.
Eu cheguei e ninguém falou comigo, e não foi por falta de tentativa, o que ocorria é que as crianças me ignoravam.
Comecei a ficar sozinha e eu achei por muito tempo que eles só não queria falabrincar comigo por conta do meu porte físico, sempre fui gordinha.
Até que um dia estavam todos brincando no parquinho e eu estava de fora esperando pela aula sentada em uma mesinha quando uma menina apareceu, vou chamar ela de Mica, a Mica foi super legal comigo, conversou, sentou perto de mim, nos viramos melhores amigas na escola.
O que eu não sabia é que a Mica era amiga da menina "popular" da sala (ninguém é popular aos 6 anos de idade mas ela meio que era a menina que todo mundo beijava os pés), e que a menina popular tinha desafiado a Mica a ir falar comigo aquele dia, a Mica percebeu que eu era uma pessoa legal e continuou minha amiga, sem me contar nada do que havia ocorrido.
Eu sempre tentei ser amiga da menina popular de alguma forma mas ela sempre me tratava mal por um motivo diferente e eu tenho uma caralhada de traumas por conta dessa garota.
Ele sempre jogava na minha cara que eu não ia ser chamada para algum aniversario ou alguma festa do pijama que as meninas iam fazer na sala.
Uma vez estavam todos correndo para os cantos no intervalo, quando eu cheguei na sala a MP disse que estavam correndo de mim.
Isso durou uns 2 anos até entrar uma menina nova na sala, eu e a Mica já tratamos de falar com ela pra aumentar o nosso grupo de amigas kkkk.
Nos três fomos melhores amigas até o 5° ano quando eu mudei de escola.
Mas até quando eu tinha mudado de escola a MP me perseguia ela ficava me mandando mensagem na dm do facebook e eu respondia pq era trouxa.
Quando eu estava no 9° ano e eu ainda mantinha um pouco de contato com a Mica pelo zipzop eu postei algo nos status do tipo "me conta algo sobre quando a gente se conheceu" e foi ai que ela me contou sobre ter sido um desafio, nada mudou com a minha amizade com ela e hoje em dia somos até mais próximas pois estamos estudando na mesma escola só que em salas diferentes.
Isso me abalou um pouco e até hoje eu tenho um pouco de medo de que as pessoas só venham falar comigo de forem desafiadas de alguma forma. Eu até que sou extrovertida e tento conversar com todo mundo.
Essa é a primeira vez que eu falo sobre isso eu acabei não contando pra ninguém e evito tocar no assunto.
Eu espero que a historia não tenha ficado confusa.
submitted by MaduRM to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 15:45 Irrelevant-potato Fui babaca por dar block em uma menina pelo comentário dela?

Olá, bom dia, boa tarde, boa noite, Luba, pessoas que estão lendo, papelões, animais, editores ou mais o que estiver lendo isso. Vou começar aqui:
Eu comecei a mexer no Twitter há alguns meses, e recentemente vejo muito sobre a cultura do cancelamento, além de muitas pessoas tóxicas. Eu tenho uma conta anônima, que eu uso especificamente para coisas de Kpop (porque sim, não me julguem por isso). Nessa conta, eu tinha uma amiga que gostava de um grupo, e eu vi que ela seguia uma conta que falava mal de diversos grupos masculinos pra enaltecer grupos femininos, falando que era só a "opinião" dela. Vou chamar a minha amiguinha de Cláudia, porque eu quero. Continuando: a Cláudia seguia essa conta que jogava hate em outros grupos e, como é um costume de todo mundo, nós marcamos a pessoa que segue a conta no "exposed" da conta que joga hate, é sempre assim. Quando eu marquei a Cláudia e algumas outras pessoas que eu seguia, as outras pessoas falaram o que eu esperava como "vou dar unfollow, obrigada por avisar" etc etc. Acontece que, a Cláudia comentou "mas e menina do print tá muito certa, esses grupinhos aí são horríveis mesmo" e eu fiquei bastante chateada. Dei unfollow nela porque tinha realmente me incomodado, mas ela veio falar comigo na dm (direct pra quem não sabe). Ela fez alguns comentários bastante pesados pra mim, e ainda chegou a falar "você é uma vagabunda que só gosta desses grupos masculinos porque quer dar pra todos eles". Eu não respondi nada, eu só esperei ela terminar de mandar tudo (coisa que eu não deveria ter feito), e dei block e expus ela pra um grupo de amigos no twitter. Eles falaram que tinham denunciado ela e, alguns dias depois, a conta dela caiu e eu me senti meio mal porque não era a intenção fazer o twitter tirar a conta dela do ar, mas os meus amigos falaram que ela merecia... eu fui babaca por dar block nela e expor ela, fazendo a conta dela cair e ela sumir?
submitted by Irrelevant-potato to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.22 14:31 kono-dio-da2351 Quando vc finge ser gay para ir na festa de pijama de meninas

Quando vc finge ser gay para ir na festa de pijama de meninas submitted by kono-dio-da2351 to brasilivre [link] [comments]


2020.09.22 08:54 humanaaaa Não sou hétero

Bom, eu sou uma menina de 16 anos que precisa desabafar, apenas. Não sei com que propósito, mas contarei aqui a minha "vida amorosa", se é assim pode ser chamada.
Eu me apaixonei sério pela primeira vez quando tinha uns 10 anos, mas eu já tinha gostado de alguns meninos antes. Eu gostava muito de conversar e brincar com ele. Como eu nunca fui uma pessoa muito bonita, ele não gostava de mim e não deu em nada, de boa. Mas um fato que eu acho interessante é que todos falavam que ele era "bichinha" -odeio esses termos-, porque ele era mais afeminado e tal (essa informação será importante mais à frente). Depois de 13 anos gostando apenas de meninos (ou pelos menos achando isso) eu me vi completamente obcecada por uma menina pela primeira vez. Eu fazia de tudo para estar perto dela, para falar com ela, meu coração quase saia pela boca quando eu a via. Eu nunca tinha sentido algo tão intenso por alguém, foi mais forte do que com qualquer menino. Eu já a conhecia desde a infância, mas nunca tive um contato direto. Eu me aproximei muito rápido, sem saber o porquê, e nos tornamos muito amigas. Eu dava sinais de que gostava dela, as vezes até muito escancarados, mas ela sempre respondia bem, retribuia. Lembro que até enviei "i wanna be your girlfriend - girl in red" pra ela, só na """zoeira""" (naquele tempo não era conhecido como hoje). Eu me arrependo de ter feito isso, porque sei que uma hora ou outra essas coisas que fiz e disse servirão para me "desmascarar" e me arrancar do armário, coisa que eu não queria que acontecesse, pois quero me assumir no meu tempo. Mas enfim, acho que ela também gostava de meninas, usava até um icon que tinha a bandeira lgbtq+ em algumas redes sociais, no anonimato. Icon pra quem quiser ver: [icon](https://pin.it/3septKR) Eu não sabia lidar com tudo aquilo e comecei a sentir culpa, então decidi esquecer e agir como se nada tivesse acontecido, me afastei bruscamente. Eu me senti péssima, pois ela enfrentava um quadro bem sério de depressão na época e o que fiz com certeza piorou as coisas. Eu não sabia lidar com os meus sentimentos e nem ela com os meus. Eu fiquei muito mal mesmo, passei a não ter a mínima vontade de ir à escola, não comia, nem banho tomava, cheguei até mesmo a me automutilar. Queria literalmente sumir, não suportava o peso de estar fazendo mal a uma pessoa depressiva e de distoar do que pra mim era o normal (hétero). Mas aí ela mudou de escola, nunca mais nos falamos e tudo jóia, na medida do possível. Até hoje isso não sai da minha cabeça, foi muito mal resolvido. O tempo passou, feridas foram semicuradas e eu comecei a gostar de um menino ano passado. Novamente era afeminado, assim como os outros que eu gostei. Na quarentena isso me faz pensar que, de certa forma, eu penda mais pro lado homo, já que atê os homens que gosto se "assemelham" com pessoas do meu sexo. Não fui correspondida, mas isso é o de menos, porque agora eu vejo que não gostava tanto dele quanto eu tinha gostado da menina. Mas chegamos até o início do ano, quando eu me sentia em paz por estar amando do "jeito certo". Do nada, do n a d a, tenho um crush pesado na minha professora de história kkkk. Foi aí que pensei: "passou de uma, eu realmente não sou hétero". Pelo menos eu não tenho que lidar com vê-la na escola, por causa da pandemia; é mais fácil de superar. Detalhe: pela professora eu senti o frio na barriga que eu não senti pelo menino do ano passado. Vale ressaltar que nesse tempo todo nunca tive experiências práticas com nenhum dos sexos (sou bv e virgem). Sempre que aparece a mínima possibilidade de ficar com alguém (quando tentam me arranjar) eu me esquivo, não tô preparada. 
O meu medo com tudo isso é que ao me assumir bi/lésbica eu fique só. Eu já tenho certeza que a minha família não vai aceitar de primeira. E como só tenho amigas mulheres, receio que parem de andar comigo, ou me de chamar pras coisas. Espero que elas compreendam, sem o apoio dos parentes elas são meu porto seguro.
Este texto não tem nenhum intúito específico, só precisava pôr meu relato em algum lugar, já que nunca contei pra ngm o q eu disse aqui. 
submitted by humanaaaa to arco_iris [link] [comments]


2020.09.22 08:26 humanaaaa Eu não sou hétero (gatilho)

Bom, eu sou uma menina de 16 anos que precisa desabafar, apenas. Não sei com que propósito, mas contarei aqui a minha "vida amorosa", se é assim pode ser chamada. Eu me apaixonei sério pela primeira vez quando tinha uns 10 anos, mas eu já tinha gostado de alguns meninos antes. Eu gostava muito de conversar e brincar com ele. Como eu nunca fui uma pessoa muito bonita, ele não gostava de mim e não deu em nada. Mas um fato que eu acho interessante é que todos falavam que ele era "bichinha" -odeio esses termos-, porque ele era mais afeminado e tal (essa informação será importante mais à frente). Depois de 13 anos gostando apenas de meninos (ou pelos menos achando isso) eu me vi completamente obcecada por uma menina pela primeira vez. Eu fazia de tudo para estar perto dela, para falar com ela, meu coração quase saia pela boca quando eu a via. Eu nunca tinha sentido algo tão intenso por alguém, foi mais forte do que com qualquer menino. Eu já a conhecia desde a infância, mas nunca tive um contato direto. Eu me aproximei muito rápido, sem saber o porquê, e nos tornamos muito amigas. Eu dava sinais de que gostava dela, as vezes até muito escancarados, mas ela sempre respondia bem, retribuia. Lembro que até enviei "i wanna be your girlfriend - girl in red" pra ela, só na """zoeira""" (naquele tempo não era conhecido como hoje). Eu me arrependo de ter feito isso, porque sei que uma hora ou outra essas coisas que fiz e disse servirão para me "desmascarar" e me arrancar do armário, coisa que eu não queria que acontecesse, pois quero me assumir no meu tempo. Mas enfim, acho que ela também gostava de meninas, usava até um icon que tinha a bandeira lgbtq+ em algumas redes sociais, no anonimato. Icon pra quem quiser ver: [icon](https://pin.it/3septKR) Eu não sabia lidar com tudo aquilo e comecei a sentir culpa, então decidi esquecer e agir como se nada tivesse acontecido, me afastei bruscamente. Eu me senti péssima, pois ela enfrentava um quadro bem sério de depressão na época e o que fiz com certeza piorou as coisas. Eu não sabia lidar com os meus sentimentos e nem ela com os meus. Eu fiquei muito mal mesmo, passei a não ter a mínima vontade de ir à escola, não comia, nem banho tomava, cheguei até mesmo a me automutilar. Queria literalmente sumir, não suportava o peso de estar fazendo mal a uma pessoa depressiva e de distoar do que pra mim era o normal (hétero). Mas aí ela mudou de escola, nunca mais nos falamos e tudo jóia, na medida do possível. Até hoje isso não sai da minha cabeça, foi muito mal resolvido. O tempo passou, feridas foram semicuradas e eu comecei a gostar de um menino ano passado. Novamente era afeminado, assim como os outros que eu gostei. Na quarentena isso me faz pensar que, de certa forma, eu penda mais pro lado homo, já que atê os homens que gosto se "assemelham" com pessoas do meu sexo. Não fui correspondida, mas isso é o de menos, porque agora eu vejo que não gostava tanto dele quanto eu tinha gostado da menina. Mas chegamos até o início do ano, quando eu me sentia em paz por estar amando do "jeito certo". Do nada, do n a d a, tenho um crush pesado na minha professora de história kkkk. Foi aí que pensei: "passou de uma, eu realmente não sou hétero". Pelo menos eu não tenho que lidar com vê-la na escola, por causa da pandemia; é mais fácil de superar. Detalhe: pela professora eu senti o frio na barriga que eu não senti pelo menino do ano passado. Vale ressaltar que nesse tempo todo nunca tive experiências práticas com nenhum dos sexos (sou bv e virgem). Sempre que aparece a mínima possibilidade de ficar com alguém (quando tentam me arranjar) eu me esquivo, não tô preparada. 
O meu medo com tudo isso é que ao me assumir bi/lésbica eu fique só. Eu já tenho certeza que a minha família não vai aceitar de primeira. E como só tenho amigas mulheres, receio que parem de andar comigo, ou me de chamar pras coisas. Espero que elas compreendam, sem o apoio dos parentes elas são meu porto seguro.
Este texto não tem nenhum intúito específico, só precisava pôr meu relato em algum lugar, já que nunca contei pra ngm o q eu disse aqui. 
submitted by humanaaaa to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 00:17 maurocaa Não consigo me importar com ninguém

oi, tenho 18 anos. Sempre fui uma pessoa que os outros normalmente gostam de ter por perto, muitas pessoas me chamam pra sair, pra esse tipo de coisa e parecem se importar comigo, no entanto, de uns tempos pra cá o meu número de amigos tem caído, e parece que sempre que eu eu faço uma amizade sólida, o destino prega uma peça em mim e algo da errado, por exemplo, eu tinha um grupo de 3 amigos na faculdade, era demais, as resenhas eram do caralho, os rolês também etc, mas os 3 saíram do curso no final do primeiro semestre, dois mudaram de curso e o outro de estado, enfim, vamos ao problema em si.

Eu comecei a perceber que eu tinha dificuldade de me importar com os outros quando eu tava saindo com uma menina, no primeiro mês foi tudo incrivelmente bem, as nossas saídas eram incríveis, o sexo maravilhoso, as conversas ótimas e tudo mais. No entanto, ela sofre de depressão e ansiedade, toma remédio e tudo, e aconteceu que em um certo dia, ela tava tendo uma crise de ansiedade e eu fiquei em choque, eu não sabia o que fazer. Eu simplesmente travei, não conseguia falar nada, e isso acabou comigo falando coisas do tipo: "você quer que eu faça algo pra você" e etc mas isso parecia não surtir efeito algum.

E a partir desse ponto, as crises começaram a ficar mais e mais frequentes, no entanto, eu no fundo não parecia me importar, mesmo eu querendo ajudar ela, não sei se porque eu não sabia o que eu deveria fazer ou se eu realmente não me importava mesmo, mas a cada crise que ela tinha eu parecia mais e mais não me importar. E eu considerava que eu amava ela, ou pelo menos achava que amava. Eu fazia de tudo para sair com ela, considerando que na época eu não trabalhava, meus pais nunca me deram muito dinheiro e ela morava relativamente longe de mim, mas mesmo assim eu sempre tentei de tudo e dava meu jeito, eu sentia ciúmes e imaginava um bom futuro com ela (mesmo a gente não tendo nada sério).

Resumindo, depois de muitas brigas, idas e vindas, em um dia qualquer quando eu achava que estava tudo bem entre nós, ela me chamou no WhatsApp e começou a falar que eu não me importava com ninguém, que eu não tinha nenhum amigo verdadeiro, que eu era um monstro, que ela fazia de tudo por mim (e realmente, ela sempre me ajudou com as coisas, com meus problemas etc) mas que eu nunca fazia nada por ela e paramos de nos falar de vez.

Depois disso eu comecei a pensar e analisar os meus relacionamentos e comecei a ver o quanto eu cagava pros outros, o quanto eu não conseguia fazer nada perante os problemas das pessoas e como todo mundo sempre me ajudou quando eu tava na merda, e isso tem me deixado muito mal e triste, a ponto de eu ter medo de começar novos relacionamentos seja de amizades ou amorosos por conta disso, porque eu sempre acho que eu vou estragar tudo pelo meu jeito.

Eu realmente quero me importar, quero conseguir ajudar alguém que está triste ou algo assim, da mesma maneira que sempre me ajudaram, mas eu não consigo. Não sinto tristeza pelos outros, ou felicidade também, só consigo pensar em mim. Eu não me considero uma pessoa ruim, mas depois do que ela disse aquelas palavras não saem da minha cabeça, porque eu já fiz ela chorar, ficar triste e outras coisas mas ela sempre esteve ali pra mim, até a gota d'agua acontecer.

E não é a primeira vez que algo assim acontece, parece que sempre que eu tento me relacionar com alguém algo da errado, não sei se isso é tudo uma grande trollagem da vida, mas já teve caso de menina querendo se matar porque tinha ficado comigo, de gente que quase fugiu de casa porque tava saindo comigo, enfim, eu pareço que estrago tudo em que toco.

Mais recentemente, eu comecei a conversar com uma gatinha que eu conheci em uma entrevista de trampo, ela é tão gente boa e parece gostar de falar comigo, mas quando recebemos o resultado da entrevista, na qual eu fui aprovado e ela não, eu só consegui ficar triste pelo fato de que ia ser mais difícil de ter um contato diário com ela, e não pelo fato de que ela precisava muito do emprego, talvez mais do que eu. E agora eu fico com tanto medo de conversar com ela e estragar tudo pelo fato de que eu sei lá, sou eu. Tanto que fiquei uns 5 meses sem falar com ela, e mesmo assim quando eu postei uma foto ela foi lá, comentou e desde então vem puxando assunto comigo direto, e eu me sinto mal porque eu não consigo e nem tenho vontade de iniciar uma conversa com ela, e sinto que isso no fundo vai acabar desgastando a nossa relação, assim como aconteceu com todas as outras pessoas. E olha que essa eu também imagino um futuro, tenho ciúmes e tal, mas eu não consigo fazer nada.

Enfim, esse foi meu desabafo, não se se isso tem haver com alguma insegurança minha (tenho inúmeras, principalmente relacionadas a minha altura e pelo fato de que eu acho que vou ser trocado por alguém mais alto do que eu a qualquer momento, tenho 1.68m) e isso fez com que eu construisse essa barreira ou sei lá o que, mas eu só quero ser normal, me importar com os outros, assim como eu era quando criança. Lembro que minha mãe sempre pedia conselhos para mim, e eu sempre conseguia resolver os problemas dela. Hoje em dia quando ela vem com algum problema parece que sempre eu entrego a solução mais genérica possível ou faço alguma graça, tanto que ela sempre fala que quando eu era menor eu era o melhor conselheiro do mundo, e hoje em dia não.

Desculpa o post longo, sei lá, desabafei.
submitted by maurocaa to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 00:15 zerasoviet Ela disse que me ama mas acho que só gosta estritamente de meninas

Correção do título: é "acha", e não "acho"
Olá! Essa é minha primeira vez fazendo um relato no Reddit, peço perdão se o texto ficar confuso e prolixo. Afinal a situação toda tá confusa pra mim também.
Eu estou ficando com uma moça desde março desse ano. Na verdade, quando nos conhecemos, ficamos pouco tempo juntos presencialmente, pois eu tive que ir para a casa dos meus pais no interior nesse contexto de pandemia e isolamento; já que a faculdade paralisou as atividades etc. Ficamos 5 meses afastados conversando praticamente todos os dias, e mesmo longe um do outro criamos uma conexão muito forte e eu me apaixonei completamente por ela. E o melhor de tudo nesse ponto é que foi recíproco, a primeira vez que a gente disse que se ama foi pelo whatsapp haha. Pois bem, na primeira semana de agosto eu voltei temporiamente pra cidade onde moro, exclusivamente por ela. Estávamos totalmente desolados com o fato de que provavelmente só iríamos nos ver em 2021, e sabe-se lá em qual mês. Então conversamos e planejamos minha vinda pra cá com o mínimo de riscos, pensando na redução de danos nessa furada de quarentena; eu moro só e ela mora a 10 min a pé daqui. E desde então foi tudo maravilhoso, passamos esses dois meses juntos matando toda a saudade, e nosso relacionamento estava ótimo em todos os sentidos, eu já considerava confiante que a gente tinha tacitamente começado a namorar.
No entanto, ontem meu mundo desmoronou. Já na hora de ir pra casa, pois tinha que resolver coisas do trabalho, ela disse que me ama, mas acha que gosta estritamente só de meninas. Até então ela achava que era bi, e jurava que isso tava bem resolvido nela. E o mais foda disso pra mim é que ela já namorou por mais de um ano com dois caras. E por mais que eu saiba que isso não tem a ver diretamente comigo, tendo a ficar paranóico com o fato de ter sido na minha vez que ela se tocou de que não gosta de caras. Eu cheguei a dizer isso pra ela, e o que ela respondeu foi que já falou isso pra outro cara, e que quando tá com meninos sente falta das meninas e quando tá com meninas sente falta dos meninos. Ela aparentemente tá bem confusa e frustrada com tudo isso, mas tô com muitas pulgas atrás da orelha. Tipo, como alguém pode amar você mas pelo jeito não sente atração pelo seu gênero ou meio que se cansou temporariamente do seu gênero??? Nesse mesmo dia a gente chorou, eu só consegui dizer pra ela poucas frases, que queria que ela ficasse bem e se resolvesse e que ia doer em mim pra passar mas que passaria. Tempos depois de lágrimas sem nos olharmos e tocarmos, ela veio até mim e me abraçou, a gente deitou abraçados e nos beijamos. Ela disse que não quer ficar longe de mim. Acabou dormindo aqui, dormimos abraçados e hoje de manhã eu cheguei a fazer sexo oral e ela teve um orgasmo. Mas tem uma coisa muito estranha e quebrada entre a gente agora. Eu tô totalmente confuso, sem saber o que fazer, e isso se intensifica porque ela tá me dando informações que acho serem contraditórias entre si. Me pergunto se ela diz que me ama só por dizer, sem ser de verdade. Também me pergunto se ela só me quer por perto pra servir de muleta emocional dela, ou me deixar em stand by enquanto se decide. E olha, eu consigo imaginar o quanto é difícil pra alguém passar por uma crise com sua sexualidade, mas eu não tenho condições nenhuma de ajudar ela, e nem de ser amigo dela. Eu tô quebrado e frustrado.
Provavelmente volto pro interior na semana que vem, e acredito que não vamos nos falar mais. Eu não sei se ela quer conversar comigo mais sobre isso, ela não é do tipo que se abre assim. Mas eu vou tentar uma conversa final pra gente resolver tudo isso.
Enfim, perdão pelo relato longo, mas me sinto um pouco melhor só de ter colocado isso pra fora.
submitted by zerasoviet to desabafos [link] [comments]


2020.09.21 17:26 anselmocaramelo Ontem assisti "Cuties", um filme bem diferente do que o cartaz insinua...

Quem espera um filme meigo de meninas dançando ou marginal de garotinhas à beira da prostituição vai se enganar redondamente. A história aborda várias questões atuais dos jovens especificamente da França, mas também do mundo todo. O impacto dessas redes sociais, dessa cultura peito-bunda nas artes e etc. O retrato que fazem dessa geração é muito próximo da realidade, sem exageros para o bem ou para o mal. Quem for meio sensível a meninas se mostrando inapropriadamente não aconselho, mas para quem viu É o Tchan ensinando Dança da Garrafa nos programas de domingo, é café pequeno. Achei um bom filme.
submitted by anselmocaramelo to brasilivre [link] [comments]


2020.09.21 13:26 Dal1725 Sexo oral.

Comecei a namorar com uma menina que eu ja havia ficado alguma vezes antes. Inclusive, antes mesmo de namorar já tínhamos ido além de beijos, normal. A questão é, eu nunca ejaculo quando ela faz oral em mim, e ja tentamos ficar muito tempo fazendo, mas ela se cansa e não conseguimos continuar. Meu penis possui 18cm e ela fala que é muito para ela por na boca, então ela aguenta colocar a cabeça e mais uns 2 cm e olhe lá. Ja tentamos ir mais fundo, mas ela se engasga, então desistimos. Qria saber se tem alguma dica do que podemos fazer nesse caso, para que ela consiga me fazer gozar chupando, pois às vezez não da para fazer com penetração, então nós revesamos, primeiro eu a dedo até ela gozar e dps nós tentamos em mim, mas fica difícil. Obrigado!
submitted by Dal1725 to sexualidade [link] [comments]


Obra Comentada: Las Meninas, de Velazquez - YouTube Vídeos para meninas - YouTube PARA AS MENINAS - YouTube Para provoca as meninas - YouTube Marisa Monte - Para Ver As Meninas - YouTube mim para meninas - YouTube

#bel_para_meninas Hashtag Videos on TikTok

  1. Obra Comentada: Las Meninas, de Velazquez - YouTube
  2. Vídeos para meninas - YouTube
  3. PARA AS MENINAS - YouTube
  4. Para provoca as meninas - YouTube
  5. Marisa Monte - Para Ver As Meninas - YouTube
  6. mim para meninas - YouTube
  7. SO PARA MENINAS - YouTube
  8. Meninas Espíritas - YouTube
  9. As Meninas Superpoderosas - The Powerpuff Girls - YouTube
  10. Las Meninas de Velázquez. - YouTube

Legal Audioguía infantil animada sobre esta obra maestra de la Colección https://www.museodelprado.es/coleccion/obra-de-arte/las-meninas/9fdc7800-9ade-48b0-ab8b-ed... Açúcar, tempero e tudo que há de bom! A cidade de Townsville é uma metrópoles linda e movimentada, mas não se engane! O mal está sempre de pé! Somente Florzi... Canal Meninas Espíritas. Por um mundo mais lacrador para todos os divas e divos que curtem o Espiritismo! 🌟 Inscreva-se no canal aqui migas e migos: https://... Music video by Marisa Monte performing Para Ver As Meninas. © 2005 Monte Criação E Produção Ltda http://vevo.ly/17qy1y Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. http://itun.es/iF25sC Ya disponible ArtGenius para iPad: http://artgenius.mobi ArtGenius es una nueva forma de ver el Arte que aprovecha la fantástica pantal... Bem vindo ao nosso novo canal para meninas! Criamos os melhores vídeos com a boneca Barbie em Português! Vamos nos divertir muito com as bonecas Barbie, Lady... Meus inscritos são os melhores do mundo todo. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube.